STF prorroga prisões de Sara Winter e integrantes do '300'

Terra, 20/06/2020 09h52

  Imprimir
 
 (Foto: Reprodução) Ampliar imagem:  (Foto: Reprodução)
Foto: Reprodução

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, prorrogou as prisões temporárias da ativista Sara Winter e de outros cinco integrantes do grupo 300 pelo Brasil, liderado por ela e que apoia o presidente Jair Bolsonaro, no inquérito que investiga a organização de atos antidemocráticos que pedem uma intervenção militar e o fechamento do STF e do Congresso.

O grupo tinha sido preso inicialmente na segunda-feira e agora ficará detido por, pelo menos, mais cinco dias, disse a assessoria de imprensa da Procuradoria-Geral da República, em nota nesta sexta-feira.

No pedido, o vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, defendeu a manutenção das prisões durante a fase de inquérito.

"Na decisão que prorrogou as prisões, o ministro também deferiu o pedido da PGR para que seja garantido aos requeridos o encarceramento em celas atualmente reservadas à proteção de presos que sofrem risco de represálias ou, se isso não for possível no complexo penal, que os presos fiquem na carceragem da Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal no Distrito Federal", completou a nota da PGR.

 

     

   © Copyright 2009 | 2020    Política de privacidade     Fale conosco  |   Anuncie conosco  |