Festas clandestinas lotam hospital de Jaru em meio a pandemia

RO - Agora, 14/06/2020 10h50

  Imprimir
 
 (Foto: RO - Agora) Ampliar imagem:  (Foto: RO - Agora)
Foto: RO - Agora

A Prefeitura de Jaru informou neste sábado (13) um grande aumento na procura por atendimentos no hospital municipal da cidade e alerta que em meio a pandemia, festas clandestinas são as responsáveis pelo problema.
Jaru tem 205 casos de Coronavírus e está na fase 1 do distanciamento social imposto pelo Governo do Estado, podendo abrir apenas serviços essenciais. “Segundo um levantamento realizado pela coordenação de vigilância em saúde, a maior parte da contaminação por Coronavírus no município, se dá em virtude de festas clandestinas”, diz nota da Prefeitura. Confira:

Falta de consciência, festinhas e descumprimento das recomendações para evitar a transmissão do Coronavírus superlotam hospital em Jaru
A falta de consciência da população, além da realização de festinhas clandestinas, entre outras medidas contrárias as recomendadas pelas autoridades em saúde, contribuíram para a superlotação do Hospital Municipal em Jaru.
São dezenas de pessoas que deram entrada na unidade hospitalar, com diversas condições de saúde, que já foram a avaliadas pelos profissionais do novo hospital.
Com o aumento, o planejamento da unidade acabou sendo comprometido.
É importante destacar, que durante a pandemia do Coronavírus, é indispensável a colaboração e contribuição da população para evitar a propagação do vírus.
Segundo um levantamento realizado pela coordenação de vigilância em saúde, a maior parte da contaminação por Coronavírus no município, se dá em virtude de festas clandestinas.
 

 

     

   © Copyright 2009 | 2020    Política de privacidade     Fale conosco  |   Anuncie conosco  |