Rondônia recebe R$ 480 mil em recursos extras do Ministério da Saúde para combater doenças

G1, 27/01/2020 11h22

  Imprimir
 
 (Foto: Reprodução) Ampliar imagem:  (Foto: Reprodução)
Foto: Reprodução

O Ministério da Saúde (MS) anunciou, nesta segunda-feira (27), a liberação de um lote de recursos financeiros para fortalecer os municípios no combate à malária, leishmaniose e doença de chagas. Rondônia recebeu R$ 480 mil para intensificar as medidas de vigilância, prevenção e controle das doenças em Porto Velho e Candeias do Jamari.

Os dois municípios têm o maior número de incidência da malária no estado.

Segundo o Diário Oficial da União, Porto Velho recebeu um repasse de R$ 430 mil para reforçar as ações contra essas enfermidades. Por sua vez, Candeias do Jamari foi contemplado com R$ 30 mil para combater as doenças que são causadas por agentes infecciosos e transmitidas por insetos.

Além da situação epidemiológica, o cálculo de repasse também é feito considerando o número de habitantes dos municípios, conforme os critérios que constam na resolução divulgada na página do Ministério da Saúde.

Recentemente, a Secretária de Vigilância em Saúde (SVS) divulgou o boletim epidemiológico sobre os casos de malária em Rondônia em 2019, onde mostra que Porto Velho teve o maior índice de notificações dentre os municípios, com 5.117 ocorrências, representando 54% dos casos no estado. O município de Candeias do Jamari ficou em segundo lugar, com 1.802 notificações.

Ao todo, Rondônia apresentou um aumento da doença de quase 40% entre 2017 e 2019, registrando 9.385 casos de pessoas infectadas pelo mosquito transmissor.

 

     

   © Copyright 2009 | 2020    Política de privacidade     Fale conosco  |   Anuncie conosco  |