Procon-SP vai investigar Gol por promoção de passagens por R$ 3,90 - NoticiaDaki - Informação de qualidade |

Procon-SP vai investigar Gol por promoção de passagens por R$ 3,90

G1, 27/06/2019 10h33

  Imprimir
 
 (Foto: Reprodução) Ampliar imagem:  (Foto: Reprodução)
Foto: Reprodução

A Fundação Procon-SP informou que irá investigar a Gol pela promoção realizada no dia 18 de junho, que ofereceu passagens aéreas internacionais por R$ 3,90 sem taxas. Segundo o órgão, há "indícios de abusividade", uma vez que nem todas as passagens foram comercializadas para o consumidor final.

Em nota, o Procon informou que "verificou-se que, das 167 passagens vendidas na promoção, 78, cerca de 47%, estavam atreladas a agências de viagem ou turismo.

"O Procon-SP entende que a companhia aérea deveria ter implementado medidas que assegurassem que a promoção ficasse restrita ao consumidor final, que tem sua vulnerabilidade reconhecida pela lei. Diferente das empresas – agências de viagem ou turismo – que podem efetuar o repasse das passagens, inclusive, incluídas em pacotes de viagens e sem possibilidade de contratação individualizada", destacou o órgão.

"A equipe de fiscalização conduzirá uma apuração mais aprofundada e adotará medidas e sanções com base no Código de Defesa do Consumidor", acrescentou.

O G1 procurou a Gol e aguarda o posicionamento da aérea sobre o assunto.

A promoção foi realizada durante o jogo do Brasil contra a Venezuela pela Copa América. A ação foi uma parceria com a Ambev, fabricante da marca de cerveja Brahma. Na ocasião, a empresa anunciou que as passagens promocionais seriam vendidas das 21h30 às 23h30 e que cerca de 100 bilhetes serão oferecidos.

A Gol foi notificada pelo Procon no dia 19. Segundo o órgão, a aérea informou que as vendas aconteceram das 21h33 às 22h25. "Chama a atenção o fato de muitos consumidores terem ligado 21h30 e não terem conseguido efetuar a compra, sendo que outros fizeram a compra às 22h25 – o Procon considera suspeito e vai investigar se houve fraude", disse, acrescentando que no dia seguinte ao término da promoção registrou em suas redes sociais mensagens de consumidores relatando problemas para efetuar a compra durante a promoção.

 

     

   © Copyright 2009 | 2019    Política de privacidade     Fale conosco  |   Anuncie conosco  |