Inmet dispara aviso de potencial perigo e diz que chuvas devem durar em RO até fevereiro - NoticiaDaki - Informação de qualidade |

Inmet dispara aviso de potencial perigo e diz que chuvas devem durar em RO até fevereiro

G1 RO, 30/01/2019 11h33

  Imprimir
 
 (Foto: Reprodução) Ampliar imagem:  (Foto: Reprodução)
Foto: Reprodução

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) disparou um aviso de perigo potencial devido ao alto risco de chuvas mais intensas em Rondônia no início da tarde desta terça-feira (29). O alerta é válido até às 6h de quarta-feira (30) e também inclui todo o Mato Grosso e parte de Tocantins.

A meteorologista Nayani Araújo adiantou ao G1 que as pancadas mais intensas estão previstas para predominar no estado até meados de fevereiro. "Essa é a tendência", disse.

O Inmet pontuou que, apesar da necessidade de emitir o alerta, há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos ou descargas elétricas. Porém, não descartou possíveis incidências.

O órgão espera também que a chuva intensa atinja a marca dos 50 milímetros e que os ventos alcancem velocidade de pelo menos 60 Km.

Instrução:
Para esta terça, o Inmet fez as seguintes recomendações:

Em caso de rajadas de vento, é importante não se abrigar debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas;
Evite usar aparelhos eletrônicos ligados a tomadas;
Não é recomendado estacionar veículos perto de torres de transmissão e de placas de propaganda;
Em caso de necessidade, é possível buscar mais informações junto à Defesa Civil, no telefone 199, e ao Corpo de Bombeiros, pelo 193.

Volume
De acordo com Nayani Araújo, do dia 1º de janeiro até esta terça choveu 308 milímetros na capital Porto Velho. Para o esperado no mês, a meteorologista disse que é de 320 milímetros, o que, para ela, "está dentro da normalidade".

"O dia mais chuvoso, pelo que percebo aqui, foi o dia 9 de janeiro", disse.

Nesse dia, uma chuva severa encobriu Porto Velho por todo o dia. As pancadas foram capazes de causar transtornos para quem teve que acordar cedo e enfrentar o trânsito em avenidas e ruas da cidade. Em alguns locais, trechos ficaram alagados e moradores usaram barco para resgatar passageiros de um ônibus.

A situação deve se tornar contrária em junho, pois o Inmet prevê que caia em Porto Velho apenas 24 milímetros. "É o mês menos chuvoso do ano pela previsão. O pico de chuva acontece de dezembro a fevereiro", complementou a meteorologista.

Chuva contínua em Pimenteiras do Oeste
Ruas e casas foram alagadas na madrugada desta terça-feira (29), em Pimenteiras do Oeste (RO), na região do Cone Sul. De acordo com moradores, chove de forma contínua desde a tarde da última segunda-feira (28).

A prefeitura informou que todas as secretarias estão prestando assistência às famílias e que aguarda a chegada do Corpo de Bombeiros de Cerejeiras (RO) para dar apoio em medidas de emergência, como a desobstrução de bueiros do município.

Inmet dispara aviso de potencial perigo e diz que chuvas devem durar em RO até fevereiro

 

 

     

   © Copyright 2009 | 2019    Política de privacidade     Fale conosco  |   Anuncie conosco  |