Reforma de monumento histórico corroído por urina ocorrerá somente em 2019 - NoticiaDaki - Informação de qualidade |

Reforma de monumento histórico corroído por urina ocorrerá somente em 2019

Rondoniagora, 28/11/2018 18h44

  Imprimir
 
 (Foto: Reprodução) Ampliar imagem:  (Foto: Reprodução)
Foto: Reprodução

A reforma da estrutura de uma das Três Caixas D’Água de Porto Velho, que apresentaram rachaduras na estrutura, está prevista para acontecer somente em 2019. A confirmação foi da Subsecretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb) que garantiu que já está sendo montado o processo para fazer o isolamento do local e a licitação da obra. Os trabalhos estão sendo feitos com a autorização Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O local foi interditado no dia 22 de outubro após uma vistoria da Defesa Civil que constatou rachaduras nas bases que sustentam a primeira caixa d’água, construída em 1910. A base está sendo corroída por ferrugem.

Segundo a Defesa Civil Municipal, o problema foi causado por causa da falta de manutenção e a urina de pessoas que frequentam a praça. “Durante os eventos na praça, as pessoas procuravam aquele local por ser mais escondido e faziam suas necessidades fisiológicas o que acabou comprometendo a estrutura”, disse o diretor Marcelo Santos.

O secretário da Semusb, Wellen Prestes, explica que está montando o processo emergencial para poder isolar toda a área e evitar que cachorros e pessoas que frequentam o local continuem afetando a estrutura. “Será contratada uma empresa para fazer esse serviço o mais rápido possível. Nós temos o prazo de 40 dias para fazer todo o processo burocrático que é a elaboração do processo e licitação para contratar a empresa e começar a obra no local. Não será possível começar a obra este ano por causa do processo burocrático, mas no primeiro semestre de 2019 queremos dar início”, explicou o secretário.

Após ser reformado, o local será cercado para evitar aproximação de pessoas. “Nós vamos cercar com grades toda a lateral das Três Caixas D’água para evitar que as pessoas urinem novamente nas peças depois que forem trocadas”, afirmou Wellen Prestes.

O engenheiro da Semusb, José Silva, disse que todas as peças serão substituídas por peças semelhantes as que foram deterioradas para manter o matrimônio histórico e não fugir da realidade.

 

     

   © Copyright 2009 | 2018    Política de privacidade     Fale conosco  |   Anuncie conosco  |