Prestação de contas de 2017 do Sintero é aprovada por unanimidade - NoticiaDaki - Informação de qualidade |

Prestação de contas de 2017 do Sintero é aprovada por unanimidade

Assessoria, 11/05/2018 00h44

  Imprimir
 
 (Foto: Assessoria) Ampliar imagem:  (Foto: Assessoria)
Foto: Assessoria

Em assembleia geral ordinária, realizada na segunda-feira, dia 30/04, os trabalhadores em educação aprovaram a prestação de contas do Sintero, do exercício de 2017.

A realização da assembleia geral ordinária de apreciação do balanço financeiro e do balanço patrimonial até o final do mês de abril de cada ano está prevista no artigo 17 do estatuto do sindicato.

Com a participação de trabalhadores em educação da Capital e representações de todas as Regionais, a assembleia foi realizada no auditório do Sintero, em Porto Velho.

A Secretária-Geral do Sintero, Dioneida Castoldi, fez a abertura oficial da assembleia e passou a condução dos trabalhos para a presidente, Lionilda Simão.

Também compuseram a mesa principal o Secretário de Finanças, Manoel Rodrigues da Silva, a presidente do Conselho Fiscal, Rosimar Nunes de Souza, e o contador responsável pela elaboração do balancete, Isaías Andrade.

A presidente do Conselho Fiscal, Rosimar Nunes de Souza, apresentou os demais integrantes do Conselho e leu o parecer acerca da análise das contas, purgando pela sua aprovação.

A presidente do Sintero, Lionilda Simão, explicou a dinâmica da prestação de contas e reiterou o compromisso da direção do sindicato com a transparência e a responsabilidade com o patrimônio da entidade. Ela esclareceu que embora tenha tomado posse só em dezembro, é a responsável pela prestação de contas da gestão anterior, destacando que estavam presentes na assembleia o ex-presidente Manoel Rodrigues da Silva e a ex-Secretária de Finanças Rosana Gomes Nepomuceno Reis.

Em seguida o contador Isaías Andrade apresentou, item por item, as receitas e as despesas, destacando o valor de cada item. Durante a apresentação, a presidente Lionilda Simão fazia os esclarecimentos. “Esses esclarecimentos são necessários para que não haja dúvidas, como o caso do auxílio creche, que não é pago aos diretores do Sintero, mas aos funcionários do sindicato que possuem criança em idade de creche, como um direito trabalhista” disse.

Ela também esclareceu, entre outros itens, os gastos com greves e mobilizações. “Vez ou outra pessoas que não participaram dos movimentos questionam os gastos com greve, mas às vezes não é greve estadual e sim em alguns municípios, e às vezes é greve nacional, como a paralisação geral contra a reforma da previdência. Tudo isso tem custos e a prestação de contas está aqui para quem quiser conferir”, disse.

Terminada a leitura do relatório a presidente do Sintero abriu a assembleia para questionamentos e para a manifestação de quem tivesse alguma dúvida. Todos os esclarecimentos solicitados foram prestados e o relatório foi colocado em votação, sendo aprovado por unanimidade.

 

     

   © Copyright 2009 | 2018    Política de privacidade     Fale conosco  |   Anuncie conosco  |