Câmara aceita afastamento de vereador assassino e que está preso - NoticiaDaki - Informação de qualidade |
Câmara aceita afastamento de vereador assassino e que está preso - NoticiaDaki - Informação de qualidade |

Câmara aceita afastamento de vereador assassino e que está preso

Assessoria, 18/04/2018 09h58

  Imprimir
 
 (Foto: Assessoria) Ampliar imagem:  (Foto: Assessoria)
Foto: Assessoria

Por 9 votos a 3, a Câmara Municipal de Ji-Paraná aprovou nesta terça-feira (17), o pedido de afastamento de mandato do vereador Clodoaldo Vieira de Jesus (PR), preso pelo assassinato de Paulo Máximo Alves Pereira, atingido por um tiro no peito e outro na cabeça. O crime aconteceu em 10 de fevereiro e o vereador chegou a fugir, mas acabou se entregando cinco dias depois.

De acordo com o presidente da Câmara, Affonso Cândido, o  regimento interno prevê o afastamento do mandato de vereador por até 120 dias, sem remuneração, para tratar de interesses particulares. “O vereador não perde o mandato por causa do pedido de licença”, esclareceu.

Com o afastamento de Clodoaldo Cardoso, a CMJP deve dar posse ao 1º suplente da coligação Beto (Gilberto) Wosniach (PR), que nas eleições municipais de 2016 obteve 716 votos.

 

     

   © Copyright 2009 | 2018    Política de privacidade     Fale conosco  |   Anuncie conosco  |