Blitz Lei Seca prende homem com arma de fogo, possivelmente a mesma roubada de bombeiro - NoticiaDaki - Informação de qualidade |

Blitz Lei Seca prende homem com arma de fogo, possivelmente a mesma roubada de bombeiro

Assessoria, 12/03/2018 10h54

  Imprimir
 
 (Foto: Assessoria) Ampliar imagem:  (Foto: Assessoria)
Foto: Assessoria

A Operação Lei Seca tem sido intensiva em Guajará-Mirim, nesta madrugada de domingo, 11, um veículo foi abordado e um dos ocupantes foi preso em agrante com arma de fogo, possivelmente possa ser a mesma roubada de um bombeiro quando criminosos levaram a caminhonete do Corpo de Bombeiros, na última quinta-feira, 08, nas proximidades do município de Buritis/RO. A Operação Lei Seca ocorria na Avenida 1º de Maio, bairro 10 de Abril, quando foi abordado por volta de 2h o veículo Ford Scort Hobby, de placa JWM 9874, de cor cinza, os agentes da 1ª Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) e policiais militares notaram que os três ocupantes estavam alterados, logo foi observado por um policial quando o ocupante Osmiro Martins Pereira, de 30 anos, vulgo “Badeco”, natural de Ariquemes/RO, tentava se desfazer de algo dentro do veículo. A abordagem individual foi realizada, onde no bolso de Osmiro encontraram um canivete, já dentro do carro, no porta luvas, havia uma faca tipo peixeira e no banco do passageiro uma pistola .380, modelo 938, de cor preta, com a numeração raspada com dois carregadores carregados, um com 9 munições e o outro com 15 munições, todas intactas. “Badeco” confessou que tentou esconder abaixo do banco a arma quando avistou a blitz. O motorista do carro de 37 anos realizou o teste do etilômetro e acusou 0,67ml de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, sendo preso

Arma apreendida durante a Operação Lei Seca O trio foi conduzido a Delegacia de Polícia Civil, onde os dois negaram ter conhecimento da posse da arma de fogo com o colega Osmiro. O motorista foi autuado em agrante por dirigir sob efeito de álcool, já Osmiro foi agranteado pela posse ilegal de arma de fogo. Ambos conduzidos ao presídio masculino de Guajará-Mirim.

Quanto a procedência da arma de fogo, policiais civis emitiram imagens do trio para testemunhas do fato ocorrido na última quinta-feira, a m de conhecer se um deles é apontado como autor do delito. E a arma de fogo foi encaminhada para a Polícia Técnico-Cientíca (Politec) para averiguar se é a mesma roubada do bombei

 

 

     

   © Copyright 2009 | 2018    Política de privacidade     Fale conosco  |   Anuncie conosco  |