Ariquemes registra mais de 70 casos de roubo e furto em um mês e preocupa comerciantes - NoticiaDaki - Informação de qualidade |

Ariquemes registra mais de 70 casos de roubo e furto em um mês e preocupa comerciantes

G1 RO, 03/03/2018 09h41

  Imprimir
 
 (Foto: Assessoria) Ampliar imagem:  (Foto: Assessoria)
Foto: Assessoria

Índice não inclui casos registrados pelas vítimas diretamente na Delegacia ou as que não registram. Comerciante diz que em um ano foi assaltado sete vezes.

Os números de crimes contra o patrimônio têm gerado preocupação aos moradores e aos comerciantes de Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. Segundo dados divulgados pela Polícia Militar (PM), somente até o fim de janeiro deste ano, mais de 70 casos de roubos ou furtos foram registrados na cidade. Por se tratar das ocorrências registradas exclusivamente pela PM, os números de crimes podem ser maiores, pois há casos em que a vítima vai diretamente na delegacia.

O proprietário de uma mercearia, que preferiu não se identificar, comentou que em um ano ele foi vítima de assalto sete vezes, o que deixou um prejuízo de mais de R$ 6 mil, além da insegurança e o medo em continuar com o empreendimento.

“A gente se preocupa em dar um bom atendimento aos clientes para podermos conseguir um bom retorno e vem um assaltante e leva não só o lucro, mas todo o rendimento que a gente batalhou para possuir. Acaba nos traumatizando de alguma forma e ficamos quase sem forças para trabalhar”, relata o comerciante.

Um dos meios utilizados pelo empresário para tentar inibir os roubos e manter o negócio foi a instalação de sistema de videomonitoramento, instalação de grades nas portas e a contratação de guarda-noturno. Mas o custo para se manter "intacto" contra a violência tem valor alto.

“O gasto não é muito barato. Não vou dizer que acaba, mas inibe um pouco e sem falar que hoje em dia os assaltantes até possuem meios de burlar os equipamentos eletrônicos. A gente trabalha, pois precisamos, mas os riscos e o medo tem tomado cada vez mais conta do dia a dia”, destaca o trabalhador.

Em 2017, por exemplo, a PM registrou 629 casos de roubos e 551 casos de furtos. Já em 2016 foram 896 casos de roubos e 490 casos de furtos, durante os 12 meses.


O índice total dos dois crimes durante este período diminuiu 14,86%, enquanto os casos de roubos tiveram queda de 29,79% e os furtos aumentaram 12,44%.

De acordo com a PM, a principal ação que o morador deve realizar é registrar a ocorrência do crime para que a polícia possa estar ciente dos setores com maior incidência e aumento o policiamento na localidade.

“A gente identifica os locais onde possui maior incidência e direcionamos além da guarnição do setor, e reforçaremos o policiamento nesta área para poder identificar os infratores e coibir a prática na localidade”, comenta o capitão da PM, Sheldon Cantanhede.

 

 

     

   © Copyright 2009 | 2018    Política de privacidade     Fale conosco  |   Anuncie conosco  |