Escola de Ariquemes usa tecnologia contra evasão e baixo índice de aproveitamento - NoticiaDaki - Informação de qualidade |

Escola de Ariquemes usa tecnologia contra evasão e baixo índice de aproveitamento

Secom-RO, 24/08/2017 14h30

  Imprimir
 
 (Foto: Secom-RO) Ampliar imagem:  (Foto: Secom-RO)
Foto: Secom-RO

Giovana Quaresma e Jéssica Oliveira, alunas da escola estadual Professora Carmem Ione de Araújo, no município de Ariquemes, estão integradas a uma inovação que está aumentando o aproveitamento e reduzindo a evasão escolar em Rondônia. Elas fazem parte do grupo de 140 alunos e professores, atendidos pelo Programa Aluno Digital e que receberam, na quarta-feira (23), netbooks que os inclui no universo digital para fins educacionais.

O Programa Aluno Digital já funciona em quatro estabelecimentos de ensino da capital e chega, agora, ao terceiro no interior. A ideia é simples, mas ousada.
Alunos e professores recebem netbooks para desenvolver as tarefas educacionais. Com o dispositivo, o estudante pode fazer pesquisas, passear virtualmente por bibliotecas, rever conteúdos e assistir aulas mais curtas, que esclarecem conteúdos da grade curricular.

O governador Confúcio Moura foi a Ariquemes, juntamente com o secretário estadual da Educação, Waldo Alves, para entregar os netbooks. Com eles estava, também Daniel Ramires, coordenador do programa Aluno Digital.

“Logo teremos melhoria na avaliação nacional da educação”, prevê Ramires. E o baixo índice do aproveitamento escolar é outro item obrigatório para que a escola receba o programa Aluno Digital. A meta é fazer com que a tecnologia, ambiente no qual os jovens circulam com desenvoltura, seja usada na melhoria da educação.

Os computadores também dão acesso a redes sociais, menos no ambiente escolar. “A ociosidade que existia está sendo vencida”, avalia o coordenador do Aluno Digital.

Antes de receber os computadores, alunos e professores foram preparados para utilizar o dispositivo e informados de que são responsáveis que ficará com eles por três anos, o período de duração do Ensino Médio.

O critério para receber o projeto inclui ainda o baixo rendimento escolar e as evasões. E a escola estadual Professora Ione já passou por esta situação. “Estamos superando esta fase”, disse, emocionada, a professora.

Segundo a diretora, projeto é um mecanismo que contribui para promover avanços no processo educacional.

Os computadores foram adquiridos pelo governo do estado, com recursos próprios e são dotados de alguns itens de segurança. Se for roubado, um sistema remoto pode torná-lo obsoleto e o ladrão não poderá usá-lo.  O equipamento também é monitorado por um sistema que permite localizá-lo, caso seja perdido.

Confúcio Moura disse aos alunos que a tecnologia os levará muito longe. Conhecer mais lendo livros de autores consagrados, por exemplo.

E falando sobre a viagem que o universo tecnológico possibilitar, advertiu que, por conta disto, muitas profissões desaparecerão no futuro. Para fazer frente a isto é preciso dominar as plataformas digitais.

Ao encerrar o pronunciamento, o governador afirmou que em pouco tempo, a presença dos alunos nas aulas, o controle das notas e até o conteúdo diário dos professores estará disponível num sistema.

 

     

   © Copyright 2009 | 2017    Política de privacidade     Fale conosco  |   Anuncie conosco  |