Após polêmica, Trump diz que vai propor investigação sobre fraude na eleição - NoticiaDaki - Informação de qualidade |

Após polêmica, Trump diz que vai propor investigação sobre fraude na eleição

G1, 25/01/2017 10h35

  Imprimir
 
 (Foto: Reprodução) Ampliar imagem:  (Foto: Reprodução)
Foto: Reprodução

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira (25) que irá pedir uma grande investigação sobre fraudes na votação mesmo sem evidências sobre de problemas sobre as eleições americanas. Ele promete reforçar a segurança nas votações

Trump afirmou a líderes do Congresso, em reunião na Casa Branca, que perdeu no voto popular porque 5 milhões de "ilegais" votaram na ex-secretária de Estado, Hillary Clinton.

“Eu vou pedir uma grande investigação sobre fraude na votação, incluindo pessoas registradas em dois estados, quem é ilegal e...”, afirmou Trump no Twitter.

"Mesmo, aqueles registrados para votar que estão mortos (e muitos por um longo tempo). Dependendo dos resultados, vamos reforçar os procedimentos de votação!", dizia o post.

O presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Paul Ryan, reiterou na terça-feira (24) que não há indícios de fraude eleitoral durante as eleições de 2016. "Não vi nenhuma evidência nesse sentido. Digo isso muito claramente", afirmou Ryan, reiterando sua posição sobre as alegações de Trump de que houve uma fraude eleitoral no país, segundo a agência Efe.

Trump venceu o pleito com 304 votos no colégio eleitoral contra 227 de Hillary, mas a ex-primeira-dama obteve quase 3 milhões de votos a mais que o republicano em todo o país.

"Além de vencer no Colégio Eleitoral por muito, ganhei no voto popular se diminuírem as milhões de pessoas que votaram ilegalmente", disse Trump pelo Twitter.

Polêmica
O senador republicano Lindsey Graham chegou a pedir que Trump deixe de insistir na fraude eleitoral. "Peço ao presidente: compartilhe conosco a informação que tem sobre isso ou deixe de dizê-la", indicou, de acordo com a Efe.

"De fato, gostaria que fizesse mais do que deixar de dizê-la, gostaria que [Trump] dissesse: 'Após analisar, tenho certeza que as eleições foram justas e as pessoas votaram legalmente", completou o senador.

Em meio a essas posições, outros integrantes do Partido Republicano, como o polêmico congressista Steve King e o senador Ted Cruz, apoiaram as alegações de Trump sobre a fraude eleitoral.

"Acho que a fraude eleitoral é um sério problema e os veículos de imprensa o ignoram de maneira diária", disse Cruz na saída de um comitê do Senado e em entrevista à imprensa.

Cruz, que enfrentou Trump pela indicação presidencial republicana, acusou o governo de Barack Obama de incentivar a fraude eleitoral em uma ação "corrupta" e "partidária" ao "perseguir" as autoridades locais.

Sob o comando de Obama, o Departamento de Justiça tentou garantir que todas as pessoas com direito a voto pudessem exercer esse direito nas eleições presidenciais e legislativas do dia 8 de novembro.

 

     

   © Copyright 2009 | 2017    Política de privacidade     Fale conosco  |   Anuncie conosco  |