Manifestantes lavam a frente da Prefeitura de Cacoal - NoticiaDaki - Informação de qualidade |

Manifestantes lavam a frente da Prefeitura de Cacoal

G1 - RO, 13/05/2015 22h08

  Imprimir
 
O objetivo chamar atenção para fim dos desmandos descobertos pela Operação Detalhe (Foto: Reprodução/G1 RO) Ampliar imagem: O objetivo chamar atenção para fim dos desmandos descobertos pela Operação Detalhe (Foto: Reprodução/G1 RO)
O objetivo chamar atenção para fim dos desmandos descobertos pela Operação Detalhe - Foto: Reprodução/G1 RO

De posse de vassouras, baldes e água, um grupo de moradores de Cacoal (RO), cidade distante 480 quilômetros de Porto Velho, realizou, no início da noite desta terça-feira (12), uma lavagem na frente da prefeitura do município. O ato, segundo os organizadores, é simbólico e têm por objetivo chamar atenção para fim dos desmandos descobertos pela Operação Detalhe, realizada pela Polícia Civil e o Ministério Público de Rondônia (MP-RO), na sexta-feira (8), que desarticulou uma suposta associação criminosa de corrupção em órgãos públicos do município.

O estudante Henrique Santos de Lima explica que o protesto tem por objetivo mostrar que a sociedade já está cansada de ser enganada pela classe politica. “O povo não aguenta mais tanta sujeira na política. É preciso dá um basta nesta situação”, aponta.

De acordo com um dos organizadores do movimento, o professor Dilson Monteiro, mais um ato de protesto esta sendo organizado para tarde da quarta-feira (13). “Pretendemos, junto com as lideranças da cidade e com apoio da população, elaborar uma pauta de reivindicações que exija das autoridades do município uma punição o mais rápido possível de todos os envolvidos no suposto esquema de corrupção, descoberto pela Operação Detalhe”, esclarece.

Em entrevista coletiva realizada na tarde desta terça-feira (12) o prefeito de Cacoal, Francesco Vialetto (PT), comunicou a exoneração de todos os servidores da prefeitura que foram citados na Operação Detalhe como membros de uma suposta associação criminosa de corrupção em órgãos públicos do município, dentre eles a chefe de gabinete Maria Ivani. O prefeito também pediu desculpa para a população, pois, segundo ele, também foi traído por pessoas que eram de sua confiança.

Operação Detalhe

Oito pessoas acusadas de crimes em obras públicas da Prefeitura de Cacoal (RO) foram presas na sexta-feira (8), por meio da Operação Detalhe, realizada pela Polícia Civil e o Ministério Público de Rondônia (MP-RO). Entre os presos estão a chefe de gabinete da prefeitura, Maria Ivani e o presidente da Câmara de Vereadores, Paty Paulista (PTB), apontados como os operadores do esquema. De acordo com o delegado que comandou a operação, cerca de R$ 4,5 milhões em propina deveriam ser repassados para a quadrilha. Ainda não há provas que comprovem o envolvimento do prefeito Francesco Vialetto no esquema.

 

     

   © Copyright 2009 | 2017    Política de privacidade     Fale conosco  |   Anuncie conosco  |